Câmara de Vereadores de Paraíba do Sul propõe audiência pública do transporte coletivo | JC Online

Câmara de Vereadores de Paraíba do Sul propõe audiência pública do transporte coletivo




Na reunião ordinária realizada na última segunda-feira (5), na Câmara de Vereadores de Paraíba do Sul, a polêmica do transporte público gerou assunto principal no plenário. O parlamentar sul-paraibano Edilson Gomide (SD), encaminhou a Mesa Diretora uma indicação verbal, solicitando ao presidente da Câmara, vereador Diogo Jacaré (PDT), para que seja realizada uma audiência pública para debater e encontrar solução em definitivo sobre o transporte público no município.

Em sua justificativa no plenário, Edilson Gomide citou, em tom de preocupação, os vários acidentes ocorridos com os coletivos da empresa Viação Paraíba LTDA, que se tornou quase cotidiano, e sendo assim, transformando em um verdadeiro caos o transporte público no Município.

''Em apenas 24 horas, dois acidentes foram registrados por usuários e presenciados por mim, o primeiro o ônibus da linha Santa Josepha, perdeu o freio. O veículo simplesmente não tinha freio, e graças a Deus, o problema ocorreu com o coletivo antes de sair em movimento. Os usuários que já pagam caro por um transporte público de péssima qualidade sofrem com horários atrasados e risco eminente de morte'', disse Gomide no plenário. ''O outro acidente foi logo na manhã desta segunda-feira (5), onde o coletivo quebrou na cabeceira da ponte velha da cidade, sentido ao bairro Jatobá'', completou o parlamentar.

A Audiência Pública ainda não tem data marcada, mas em poucos dias e após os tramites legais na Câmara, o Poder Legislativo irá convidar o prefeito Alessandro Bouzada, proprietários da empresa de transporte público Viação Paraíba LTDA, o Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus do Estado do Rio de Janeiro, e principalmente a participação massiva dos usuários. A audiência pública ocorrerá no plenário da Câmara Municipal de Paraíba do Sul.

O presidente do Poder Legislativo, Diogo Jacaré e demais vereadores presentes na Sessão Ordinária, elogiaram a iniciativa do autor da proposta da audiência pública e demonstraram a mesma preocupação em relação ao transporte público.

''Chegamos ao limite, essa Casa de Leis, através de vários requerimentos, propostas, resoluções e indicações enviadas à direção da empresa de ônibus não obtivemos respostas condizentes e muito menos ações, nem que fossem paliativas em relação ao estado de conservação da frota de ônibus hoje disponível na cidade. Esta empresa tem seus ônibus sucateados e colocando em risco a vida dos passageiros e dos próprios funcionários'', disse Diogo Jacaré.